A dor crônica caracteriza um estado permanente de desconforto, que pode durar de semanas a até mesmo anos, e é considerada crônica quando permanece mais de 3 meses.
Ela pode ser gerada por lesões de esforços repetitivos, neuropatias, dores de coluna, fibromialgia ou câncer. Com o tempo, as dores se tornam uma doença do paciente, atrapalhando a realização de simples atividades.
Após a identificação do grau da dor, o paciente é encaminhado para o fisioterapeuta e outros profissionais.
O trabalho da fisioterapia nesse caso, é tratar a dor através de exercícios e alongamentos, podendo contar também com auxílio de acupuntura ou RPG.
Ela ajuda o paciente a recuperar as funções motoras aos poucos, permitindo a volta da rotina sem a dor.